quinta-feira, 22 de junho de 2017

CIÊNCIA & TECNOLOGIA

CENTRO DE ENSINO MANOEL BECKMAN NA SBPC 2017

Alunos integrantes do Grupo de Geotecnologia do CEMB

O Centro de Ensino Manoel Beckman estará no período de 16 a 22 de julho, na Universidade Federal da Minas Gerais, participando do maior evento científico do Brasil, a 69ª Reunião Anual da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência).
O aluno Luís Felipe Diniz Pereira, 17 anos, turma 304, integrante do Grupo de Geotecnologia da escola, coordenado pelo professor de Geografia Danilo Lemos teve seu projeto aprovado na área do Meio Ambiente, com o tema Mangues do Jaracati.
Para a consecução do projeto o aluno fez uso de imagem de satélite, visitas in loco ao ambiente de estudo, livros, revistas, reportagens, e outros instrumentos de divulgação. 
Questionado, o aluno falou da sua preocupação com o meio ambiente em São Luís, com devastação dos manguezais nas áreas ribeirinhas: “o mangue que está sendo devastado é difícil de se recuperar; e consequentemente está tirando vidas daquele ambiente; e a sobrevivência das pessoas, na captura do caranguejo”, diz.
Segundo o professor de Geoprocessamento da UEMA André Santos, “a pesquisa sobre os mangues é de fundamental importância, pois estão sendo suprimidos com a expansão imobiliária e as invasões desordenadas em algumas áreas”.
Merece destaque o estudo da aluna Thalicia Tavares dos Santos, turma 304, que participou do projeto de pesquisa sobre a ocupação ordenada e desordenada do Conjunto Bequimão. 
A aluna preocupada com a onda de calor naquele bairro, fez uma pesquisa de campo, entrevistando pessoas sobre a construção do bairro, de prédios, ocupações desordenadas de invasões, desmatamento de áreas de preservação ambiental, cujas consequências são calamitosas, segundo seu depoimento.
Para o professor Danilo Lemos, “os projetos colocam em pauta as aulas de Geografia, cujos temas falam sobre os problemas do Meio Ambiente; é uma maneira de buscar soluções para os problemas de hoje para não afetar o futuro”
A notícia rendeu matéria para a TV Mirante, na reportagem da jornalista Camila Marques, veiculada no Jornal Hoje 1ª Edição.

Aluno Luiz Felipe Diniz Pereira sendo entrevistado
 pela jornalista Camila Marques da TV Mirante
Luiz Felipe com o prof. André Santos

Prof. Danilo Lemos (à direita) coordenador do projeto de pesquisa de Geotecnologia

terça-feira, 13 de junho de 2017

AÇÕES PEDAGÓGICAS

Oficina de Tambor de Crioula – parte final

Idealizadora, coordenadora, oficineiro e alunos da
Oficina de Tambor de Crioula do Manoel Beckman
Foto Divulgação

A oficina de Tambor de Crioula do Cento de Ensino Manoel Beckman chegou na sua fase final, com resultados positivos, formando a sua primeira turma de coreiros, e realizando um sonho antigo da escola.
A oficina idealizada pelas professoras Ana Débora Pereira de Barros (Arte) e Marta Aurélia Campos Silveira (Educação Física) foi coordenada pela professora Fátima Almeida (Fátima Passarinho) e contou com o apoio institucional da direção e da supervisão da escola. A duração foi de quatro semanas consecutivas, ministrada pelo oficineiro Alexandre Müller, percussionista da Companhia Barrica.
Os alunos Carlos Gabriel, João Vítor, João Marcos, Ítalo, Mateus, Francisco, Luís Guilherme, Carlos Péricles e Paulo Hígor da turma 202, turno vespertino foram os participantes da oficina e atual componentes do Tambor de Crioula do Manoel Beckman.
O encerramento se deu na Sala dos Professores, em clima de confraternização, ocasião em que a professora  Fátima Passarinho parabenizou a primeira turma de coreiros do Manoel Beckman; agradeceu o apoio institucional da direção e supervisão  da escola; o incentivo das professores Ana Débora e Marta Aurélia; a dedicação do oficineiro Alexandre Müller; e a Companhia Barrica, na cessão do tambor grande (roncador) para dar início às atividades, na ocasião em que o da escola estava em manutenção.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

AÇÕES PEDAGÓGICAS



Oficina de Tambor de Crioula

Foto by Marta Aurélia Campos Silveira
O Centro de Ensino Manoel Beckman continua com as atividades preparatórias para os festejos juninos da Escola.
O Tambor de Crioula, a Quadrilha e outras manifestações características da época já estão tomando forma, esperando que a culminância seja no melhor estilo junino maranhense.
A oficina do Tambor de Crioula sob a orientação do instrutor Alexandre Müller, percussionista da Companhia Barrica, já está na sua terceira semana de execução e conta com mais uma semana para completar o período solicitado pela supervisão.
Os alunos estão empolgadíssimos com a oficina. A teoria e a prática contribuíram para  enriquecer ainda mais este conhecimento, como o aquecimento dos tambores, significado de cada som e sua importância na cultura popular maranhense.
A oficina já conta com a participação das meninas, que irão colorir a brincadeira com o figurino, gingado da dança e a pungada (umbigada própria das mulheres) – ponto alto dessa manifestação popular.
O tambor de crioula, segundo alguns pesquisadores, é uma espécie de samba cantado, marcado por tambores, com versos improvisados, dançado em roda, geralmente sobre terra batida, em homenagem a São Benedito, intercessor dos negros.
A coordenação da oficina é da profa. Fátima Almeida (Fátima Passarinho), com o incentivo e parte da ação pedagógica das professoras Ana Débora (Arte) e Marta Aurélia (Educação Física).
As fotos da profa. Marta Aurélia Campos Silveira (Educação Física) mostram a performance dos alunos na oficina de Tambor de Crioula.




sexta-feira, 19 de maio de 2017

CAPACITAÇÃO

GOOGLE CLASSROOM 3
Atividade Prática


A equipe técnica da Secretaria de Educação do Estado do Maranhão, composta pelas professoras Neida Moraes e Wirlanda Josino, da Supervisão de Tecnologias Educacionais, continua com a proposta de capacitação de professores  e alunos do turno matutino, na utilização do aplicativo Google Classroom, nas atividades do ensino e aprendizagem.
 O objetivo é trabalhar o aplicativo Google Classrom, preparando o aluno do 1º e 3º ano para o simulado do OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática da Escola Pública), que acontecerá no próximo sábado, 20, utilizando esta plataforma, segundo informação da professora Neida Moraes.






quarta-feira, 17 de maio de 2017

AÇÕES PEDAGÓGICAS

CENTRO DE ENSINO MANOEL BECKMAN INICIA PREPARATIVOS PARA OS FESTEJOS JUNINOS


O Centro de Ensino Manoel Beckman já iniciou a ação preparatória para as festas juninas da escola, com professores e alunos do turno vespertino, sob a responsabilidade da profa. Ana Débora Pereira de Barros (Arte) e Marta Aurélia Campos Silveira (Educação Física).
 Os preparativos iniciam-se com uma oficina de Tambor de Crioula, com o oficineiro Alexandre, percursionista da Companhia Barrica, no período de 16 a 26 de maio, nos turnos matutino e vespertino.
O tambor de crioula é uma dança de origem africana, trazido o para o Brasil entre os séculos XVIII e XIX, por escravos de diversas regiões da África, radicando-se no Maranhão. É praticado entre os negros em louvor a São Benedito, considerado  a mais expressiva representação da cultura do Estado.
É formado por tocadores, cantadores e coureiras (dançarinas), conduzidos pelo ritmo ininterrupto dos tambores, pela influência do canto e culminado na punga (umbigada), entre as mulheres, que se caracteriza por um convite para entrar na roda.
O ritmo alucinante dos tambores é acompanhado com um canto - toadas, puxado por um solista, com estrofe e refrão.
A marcação da dança é feita por um conjunto de três tambores rústicos, conhecidos como parelha: um grande (roncador), um médio (meião) e um pequeno (crivador), feitos de trocos de árvores como mangue, pau d’arco ou angelim e um par de matracas que auxilia na marcação.
A indumentária das coureiras é composta por saias rodadas com estampas em cores vivas, anáguas largas com renda na borda e blusas brancas rendadas. Os adornados compõe-se de torços coloridos na cabeça, colares e pulseiras. Os homens trajam calça escura e camisa estampada.
A Lei nº 13.248 de 12 de janeiro de 2016 estabeleceu a data 18 de junho como o dia do Tambor de Crioula. Em 2007, ganhou o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, como forma de expressão de matriz afro-brasileira, que envolve dança circular, canto e percussão de tambores.
A coordenação da oficina está sob a responsabilidade da professora Fátima Almeida (Fátima Passarinho).

terça-feira, 16 de maio de 2017

CAPACITAÇÃO

GOOGLE CLASSROOM II

  
A Secretaria de Educação do Maranhão continua realizando a capacitação com professores e alunos do turno matutino, da plataforma Google Classiroom, objetivando divulgar, orientar e estimular o uso dessa ferramenta, proporcionando meios que permitam o desenvolvimento de competências e habilidades na área de Matemática, a fim de tornar mais significativo o processo ensino-aprendizagem e a socialização dos conhecimentos adquiridos, por meio das atividades realizadas.
A capacitação está sendo ministrada pelas técnicas da Supervisão de Tecnologias Educacionais/STE/SEDUC Neida Moraes e Wirlanda Josino.
O nível de aceitação dos professores e alunos é muito bom, bem como o interesse na apropriação de modernas tecnologias que auxiliem na construção de novos conhecimentos.



segunda-feira, 15 de maio de 2017

EXPOSIÇÕES

Maquete


Maquete das disciplinas Biologia e Educação Física

A maquete é um esboço em escala reduzida da réplica ou miniatura de um projeto ser elaborado, como uma arte plástica, um projeto arquitetônico, de engenharia, livros, revistas, cinema, atividades escolares, etc.

 A maquete foi muito utilizada na Antiguidade e atualmente, em diversas áreas do conhecimento, sendo considerada um instrumento importante de delimitação de recursos e gastos, antes que um projeto fosse aprovado para a construção em grande escala.
São elaboradas com materiais diversificados, como plásticos, metais, madeira, palitos, materiais reciclados, isopor, dentre outros.
Uma das principais características da maquete é a similitude, (a semelhança), que permite a sua aproximação com o objeto real nos quesitos geométrico, cinemático e dinâmico.
Nas escolas a maquete vem sendo muito utilizada pelos alunos, como trabalhos escolares, com temas es, o tema apresentado em sala de aula.
O Centro de Ensino Manoel Beckman vem utilizando esta técnica há um bom tempo e apresentado em sala de aula, feiras estudantis, exposição, etc.
A atual mostra idealizada pelos professores de Biologia e Educação Física, Darialva e Leonardo, respectivamente, objetiva o melhor entendimento dos alunos dos temas discutidos em sala de aula; e a reciclagem de material.
Indagada sobre a mostra, a aluna Beatriz Pinheiro da Silva, turma 301, matutino, falou que “a exposição foi bem interessante pelo fato de mostrar a criatividade dos alunos e o conhecimento destes, pois através dessa maquete adquirimos bastante conhecimento”.
Questionada sobre a importância do uso da maquete na escola, a aluna enfatizou que “na construção da maquete o aluno adquire mais conhecimento, praticidade nos trabalhos manuais e aprendendo novas experiências e respeito ao meio ambiente, na utilização de materiais recicláveis”.  
Disse, ainda, a aluna que “a exposição é muito oportuna, pois a pessoa que é leiga naquele assunto, acaba aprendendo, observando a maquete detalhadamente”.
A mostra está aberta até o próximo dia 22 de maio.






sexta-feira, 5 de maio de 2017

CAPACITAÇÃO

GOOGLE CLASSROOM



A Secretaria de Educação do Maranhão realizou na manhã de 02 e 03 de maio, terça e quarta-feira, respectivamente, no Centro de Ensino Manoel Beckman, a capacitação Google Classroom, destinada a professores e alunos, objetivando divulgar esta nova plataforma para a melhoria do ensino; e estreitar a troca de comunicação e conhecimentos entres outros colegas, haja vista a socialização dos trabalhos e atividades.
O Google Classroom (Google Sala de Aula) é mais um serviço gratuito da Web para as escolas, permitindo que professores e alunos se conectam facilmente dentro ou fora da sala de aula.  Foi criado para facilitar a comunicação da turma, acompanhar o progresso dos alunos e permitir que professores e alunos, juntos, atinjam melhores resultados nas suas atividades.
O Google Classroom tem as seguintes funções:
a)      cria várias turmas;
b)      centraliza o controle das turmas;
c)      distribui tarefas;
d)      envia feedback e centraliza tudo em um só lugar;
e)      é instantâneo, fácil e dispensa uso de papel;
f)       facilita a vida dos professores; e
g)      mantém em dia as tarefas dos alunos.
A capacitação foi destinada, inicialmente, para os professores de Matemática e alunos das turmas do 1º e 2º ano; ministrada pelas técnicas da Supervisão de Tecnologias Educacionais/STE/SEDUC, Neida Moraes e Wirlanda Josino “cujo objetivo central foi divulgar, orientar e estimular o uso da plataforma Google Classroom  pelos professores e alunos,  proporcionando meios que permitam o desenvolvimento de competências e habilidades na área de Matemática, a fim de tornar mais significativo o processo ensino-aprendizagem”, segundo o depoimento daqueles profissionais da Educação.

A capacitação foi realizada com a participação de 04 professores de Matemática e 80 alunos do Ensino Médio.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

REUNIÃO DE PAIS


 1º Período 2017

Pais presentes na reunião

O Centro de Ensino Manoel Beckman objetivando manter uma parceria com pais e/ou responsáveis dos alunos, realizou na manhã de 26 de abril, quarta-feira, a Reunião de Pais, referente ao 1º período de 2017.
O auditório lotado, era uma demonstração da integração dos pais com a escola; e o compromisso destes com a educação dos filhos.
A reunião iniciou com um relato do prof. Julio Ericeira sobre a estrutura e o funcionamento da escola;  a rotina dos alunos  em relação à entrada, intervalos  e saída; do regimento interno, que traz regras de convivência; e do Colegiado Escolar, conselho formado pelo gestor, professores, funcionários, estudantes, pais e/ou responsáveis e representantes da comunidade local, eleitos com mandato de dois anos,  com a finalidade de discutir assuntos pertinentes a melhoria da escola e a qualidade do ensino. Na ocasião foram apresentados aos presentes os seus integrantes.
Após a abertura oficial pela gestora profa. Alcione Bezerra, os trabalhos deram continuidade com a palestra da profa. Conceição Ericeira e do soldado da Polícia Civil com o tema ”Somos aquilo que somos”. Em seguida foram distribuídos os boletins dos alunos aos pais, especificamente. 

Profa. Alcione Bezerra na abertura do evento
Prof. Julio Ericeira 
Profa Conceição Ericeira

Palestra da profa. Conceição Ericeira

Soldado da Polícia Militar, palestrante

segunda-feira, 24 de abril de 2017

EXPOSIÇÃO PEDAGÓGICA

REPRODUÇÃO DAS PLANTAS

Os alunos do 2º ano do Centro de Ensino Manoel Beckman apresentaram na manhã de 19 de abril, quarta-feira, a mostra Reprodução das Plantas, coordenada pela professora de Biologia Darialva Sousa Parga, como forma de estimular a pesquisa, melhorar a aprendizagem e aprofundar o conhecimento do aluno no tema proposto.
A dinâmica da mostra envolveu pesquisas, construção de material expositivo, estandes e demonstração dos trabalhos entre os membros das demais esquipes.
Segundo a professora Darialva, o trabalho é em relação a produção das plantas como as briófitas, as angiospermas e as gimnospermas. Cada grupo ficou responsável por um tipo de reprodução, pesquisaram, construíram o material expositivo, para que pudessem passar uns para os outros, ou seja, entre eles mesmos, as informações, facilitando a compreensão. É uma outra forma de apreensão do conhecimento.